domingo, 24 de novembro de 2019

Advogado de São João do Ivaí morre após levar três tiros dentro do escritório



O advogado Luiz Florido Alcântara, de 76 anos, que foi atingido por três disparos, dois no tórax (peito) e outro na boca, não resistiu aos ferimentos e faleceu logo após ser socorrido por uma equipe de saúde de São João do Ivaí. O crime aconteceu na manhã desta sexta-feira (22).


Dois homens armados invadiram o escritório de advocacia na Rua Meron Euko, no centro da cidade de São João do Ivaí, na região da prefeitura municipal e efetuaram os disparos contra o advogado que trabalhava.

Equipes avançadas do Samu e até um helicóptero de resgate foram acionados para levar o advogado para um centro de atendimento maior, mas segundo informações, durante os primeiros atendimentos no hospital de São João do Ivaí ele não resistiu e faleceu.

Além de advogado, Alcântara, também já foi presidente, por cerca de 20 anos, do Sindicato Patronal de São João do Ivaí e atuava nos municípios da região como advogado. Alcântara era bastante popular em toda região de São João do Ivaí.

A Polícia Civil iniciou as investigações e de acordo com os relatos, os dois criminosos chegaram em uma moto, usando capacete fechado, um deles desceu armado e perguntou para uma funcionária: “cadê ele?”. O outro bandido aguardou do lado de fora, com a moto funcionando. Após perguntar onde estava o advogado o atirador entrou na sala de Alcântara e encontrou-o sentado trabalhando, efetuou os três disparos e saiu rapidamente da sala, subindo na moto que o aguardava com o comparsa e os dois se evadiram em alta velocidade.

Ainda segundo informações da Polícia Civil, o advogado estaria recebendo ameaças, mas não foram repassados os detalhes das ameaças.

O caso segue sendo investigado.