terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Assaltante é morto em confronto com a PM em Mandaguari; armas e objetos são apreendidos

Por Claudiney Costa – rato
03/12/2019

Após o crime no município de Cambira, onde a quadrilha rendeu e sequestrou o gerente de uma agência bancária da cidade e sua família, tendo na sequência frustrada a ação do roubo ao banco, já que policiais alertados realizavam um cerco para prender os criminosos, eles se evadiram para a região de Mandaguari e acabaram cercados pela Polícia Militar.


As equipes ROCAM e RPA d a PM de Mandaguari tomaram conhecimento de que os autores de diversos crimes de roubo, seguido de sequestro ocorridos nas cidades da região, haviam se evadido de uma equipe policial de Maringá, com uma Twister de cor preta e poderiam estar se escondendo no Jardim Cristina em Mandaguari.

Diante das informações foi intensificado o patrulhamento no bairro, sendo a motocicleta dos criminosos localizada em frente a uma residência pela equipe da ROCAM. Foi realizada abordagem na residência e os militares conseguiram ver no local cinco pessoas suspeitas, sendo três deles armados com arma de fogo.

Ao perceberem a Polícia três deles fugiram para os fundos da casa, mas um deles tentou atirar na PM, foi revidado e eles continuaram a fuga.

Com reforço de outras equipes policiais, de Maringá, eles foram cercados e houve um confronto, sendo que um dos criminosos foi atingido e morreu, outro ferido foi levado para hospital da região. O terceiro conseguiu fugir e foi identificado em seguida.

Os outros dois que estavam na casa, um homem e uma mulher, foram presos e levados para Delegacia de Polícia Civil de Apucarana.

A Polícia identificou os suspeitos como sendo os criminosos que praticaram dois roubos seguido de sequestro em Mandaguari, também terem cometidos o mesmo crime nas cidades de Cruzeiro do Oeste, na semana passada, e nas cidades de Cambira e Sarandi nesta segunda-feira (2).

A ocorrência resultou na recuperação de objetos roubados, além da apreensão de duas armas de fogo e uma motocicleta utilizada nos crimes.