quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Barulho dos fogos de artifício deixou cães mortos e feridos em Campo Mourão



O barulho de fogos de artifícios na virada do ano em Campo Mourão causou a morte e fuga de vários animais na cidade. Ciente do problema, o município chegou a realizar a ‘festa da virada’, na Praça São José, sem fogos, porém, alguns moradores não tiveram a mesma consciência. Somente nos abrigos da Associação de Protetores de Animais Independentes (PAIS), dois cães de idade morreram de parada cardíaca, segundo a voluntária da associação, Amanda Tonete. 

Além disso, na quarta-feira, primeiro dia do Ano Novo, a PAIS fez o recolhimento de cinco cães mortos por atropelamento, provavelmente porque estavam fugindo em decorrência do barulho dos fogos de artifício. O mesmo problema foi registrado na virada de 2019. 

“Infelizmente algumas pessoas não fazem ideia do quanto o barulho de fogos de artifício prejudicam não somente os animais, mas também aquelas pessoas doentes e autistas. É preciso consciência e mais respeito aos animais e também ao próximo”, pediu Amanda. 

De acordo com a voluntária, só pelo que ela teve de informações, mais de 20 animais fugiram de seus lares na noite de virada de ano em razão dos estampidos de fogos. “Na maioria dos casos os donos não estavam em casa e quando chegaram sentiram falta dos animais. Algumas pessoas podem criticar que é falta de cuidado, mas em alguns casos, desesperados os cães pulam até os muros de medo e fogem para a rua. Como exemplo, tivemos o caso de uma senhora que ainda não sabe por onde o seu cachorro fugiu”, observou Amanda. Há ainda casos em que os animais brigam entre si e alguns até se automutilam no desespero causado pela barulheira dos fogos. 

Nas redes sociais várias pessoas relataram transtornos causados pelos fogos. Uma moradora registrou a morte de um cachorro que ficou enroscado na grade do portão ao tentar fugir. “A audição do cão é muito aguçada, por isso ele sofre tanto com barulho dos fogos”, orientou Amanda. Ela informou que a PAIS resgatou dois animais atropelados feridos na noite de virada do ano, eles estão em tratamento. Um dos cães fraturou uma das patas e o outro sofreu ferimentos na cabeça. “Agora estão bem”, disse ela.

(Com informações Tribuna do Interior)