quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Motorista da prefeitura de Araruna é baleado pelo vizinho no meio da rua


A PM de Araruna registrou uma tentativa de homicídio na manhã desta terça-feira (28). Um servidor público da prefeitura, motorista de ônibus, identificado como M. F. de B., levou um tiro no braço direito enquanto conversava com um vizinho em frente a sua casa, na rua Almirante Tamandaré, área central da cidade. O autor do disparo é um vizinho da vítima, que mora em frente à sua residência. Ele foi preso.

A PM foi acionada pelo filho da vítima, identificado como F. J. de B., informando que seu pai havia sido vítima de um disparo de arma de fogo. 

Ao chegar ao local, os policiais constaram a vítima baleada com um tiro no braço direito e acionaram o socorro que encaminhou o homem ao posto de saúde do município, sendo transferido posteriormente ao Hospital Pronto Socorro de Campo Mourão.

O filho da vítima informou à polícia que o pai estava conversando com outro vizinho no momento em que o autor do crime estava passando pela rua e iniciou uma discussão com a vítima. Ambos já tinham uma rixa antiga. 

Em um determinado momento, o acusado então, identificado apenas como Juniel, sacou de um revólver calibre 32 da cintura e efetuou vários tiros contra a vítima, que ainda tentou correr para seu quintal para se livrar dos disparos. Um dos tiros teria acertado o chão. 

Ao perceber que o pai tinha sido atingido, o filho entrou na frente do autor e também foi ameaçado. O mesmo chegou a acionar o gatilho da arma por três vezes, mas falhou. Em seguida o atirador deixou o local e saiu em direção a sua casa.

Com base nas informações, a PM solicitou apoio de policiais de Peabiru, no entanto, antes da chegada do reforço, o autor do crime já havia sido detido pela polícia local. 

Ao ser questionado sobre a arma do crime, ele informou que havia dispensado em uma data vazia ao lado de sua casa, mas a arma não foi localizada.

Ao ser questionado sobre a motivação do crime, o autor informou que há algum tempo tem uma rixa com a vítima e por isso andava armado. Ele informou ainda que fez os disparos em legítima defesa, após supostamente ter sido cercado na rua pelo pai e filho. 

O autor foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil.

(Com inf. Goionews)