domingo, 23 de fevereiro de 2020

BARBOSA FERRAZ:Quase Mil casos confirmados de Dengue e município não consegue conter o avanço da doença



Os novos números do relatório semanal da dengue no município de Barbosa Ferraz não param de crescer e continuam avançando de forma assustadora. Chegando aos mil casos confirmados, os números de aproximam dos 10% da população do município contaminada pelo vírus da dengue. Essa é a maior crise da saúde pública da história de Barbosa Ferraz. Pelo menos quatro pessoas morreram nesse ano após serem contaminadas.


Os números são referentes ao período epidemiológico que compreende agosto de 2019 até agora. Ao todo, para um total de até agora 1790 notificações, foram confirmados positivos 983 casos e outros 724 exames negativos. 83 casos estão em investigação aguardando confirmação de exames. Com isso os números podem já ter ultrapassado os mil.

O município está entre os mais afetados do estado do Paraná, superando inclusive grandes centros urbanos, com população dez vezes maior.

No último dia 18 deste mês o relatório da dengue em Barbosa Ferraz apresentava 797 casos positivos de contaminação.

Mesmo após uma reunião no último domingo (16), quando o prefeito Miliossi reuniu na câmara de vereadores alguns apoiadores e empresários, para tratar do assunto, os casos não pararam de crescer e aumentaram muito em comparação ao último relatório divulgado. No mesmo dia da reunião, uma criança de 9 anos havia falecido pela manhã em decorrência da dengue. A morte que já era a terceira neste ano acabou gerando muita comoção social e ainda mais temor na população e teria sido o que motivou a reunião de emergência.

LIRA - Levantamento rápido do índice do Aedes aegypti:

Barbosa Ferraz em relatório de informe técnico de informações da Secretaria do Estado da Saúde da diretoria de atenção e vigilância em saúde e da coordenadoria de vigilância epidemiológica, ensino informe técnico desde 02/01/2020 até 06/02/2020, já possuía um índice de risco maior de epidemia, maior ou igual a 4%, ou seja um LIRA de 6, 40%, muito acima do esperado e aceito pelo Ministério da Saúde e pela OMS – Organização Mundial da Saúde.

A orientação da Organização Mundial da Saúde e Ministério da Saúde é de que quando um município atingir acima de 1,7% de seu LIRA, é de que a administração municipal inicie imediatamente ações de prevenção e combate à dengue, controlando o avanço da doença com medidas de fiscalização, orientação e contenção dos casos. Em Dezembro do ano passado Barbosa Ferraz já havia ultrapassado o índice aceitável de acordo com a OMS.

Mais casos

Muitas famílias que dispõe de planos de saúde, com pessoas apresentando sintomas da doença, estão viajando para outros centros médicos em cidades maiores. Existem relatos de moradores internados em Maringá e Campo Mourão, que sequer passaram pelo atendimento do município. Com essas informações, os números da doença devem ser muito maiores.

Mesmo sem saber os números, da dengue, desta semana dos municípios da região de Campo Mourão, Barbosa Ferraz deve figurar entre os primeiros da lista.