sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Van carregada de cigarro contrabandeado tomba na BR 376 ao fugir da PRF


Uma van carregada de cigarros contrabandeados do Paraguai tombou no acostamento na tarde desta quinta-feira, 27, após perseguição policial na BR 376, em Marialva. O condutor de 26 anos acabou preso em flagrante. O utilitário Renault Master, tem placas de Apucarana, e o condutor reside em Londrina. 

Ele não se feriu com o acidente. Aproximadamente 50 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai estavam dentro deste veículo. O condutor afirmou aos agentes ter pego a carga de cigarros em Umuarama e pretendia entregá-la na cidade de Marialva, onde receberia pelo frete.

Poucos minutos após, outro carregamento de cigarros contrabandeados do Paraguai era foi interceptado por agentes da Polícia Rodoviária Federal.


Essa segunda ocorrência foi registrada no km 182 da BR 376, em Maringá, por volta das 13h40. Agentes da PRF abordaram uma Fiat Fiorino também com placas de Apucarana, conduzida por um homem de 29 anos. Após a abordagem, descobriu-se que este utilitário estava abarrotado de cigarros contrabandeados do Paraguai. 

Ao todo, 20 mil maços de cigarros estavam acondicionados dentro deste veiculo. O condutor informou ter pego a carga em Cianorte e pretendia entregá-la em Londrina. 

Os dois condutores foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal e os veículos, após identificação veicular, serão, juntamente com o contrabando, encaminhados ao depósito da Receita Federal, ambos em Maringá. O crime de contrabando tem pena que varia entre 2 a 5 anos de reclusão.