quarta-feira, 4 de março de 2020

BARBOSA FERRAZ: Acusado de matar esposa deu detalhes do crime e motivação

Por Claudiney rato
04/03/2020

A coluna conseguiu no final da tarde desta quarta-feira (4) os detalhes sobre a morte da jovem Vanessa Machado Ferreira, de 27 anos de idade. O marido da vítima, Aílton Mendes dos Santos, confessou o crime durante interrogatório da Polícia Civil na manhã de hoje e deu sua versão sobre a motivação.


Segundo as informações repassadas pela equipe de investigação da Delegacia de Barbosa Ferraz, comandada nessa ação pelo investigador Marciano, o marido foi interrogado por volta das 10h da manhã de hoje (4) e resolveu mudar a primeira versão que deu no dia do desaparecimento da mulher e confessou o assassinato.

Segundo o acusado, sua esposa teria chegado na casa onde moravam, na Rua Pará, Vila do Roque, por volta das 22h30min do último domingo (1) e tiveram uma discussão. Ele afirmou em depoimento que a mulher chegou embriagada, dizendo a ele que estava se relacionando com outro homem e que ela iria morar com esse homem na casa e ele teria que aceitar.

O marido disse ainda em depoimento, que após ouvir a mulher, ele teria pedido a ela para sair para fora da casa, para que o filho de 8 anos do casal, e a avó do garoto, que é acamada, não escutassem eles brigarem.

Em seguida ele afirmou que Vanessa o chamou para acompanhar ela até o local onde se encontrava com o homem, cerca de 4 km na estrada para o distrito do Pocinho. Ele relatou que após sair do asfalto e entrar na estrada, seguiram por mais 2 km e entraram em uma propriedade a esquerda, onde seguiram por cerca de 300 metros dentro da propriedade, que não tem morador. Ali Aílton disse que voltaram a discutir e Vanessa teria o chamado de corno.

Após ser ofendido Aírton disse que eles entraram em luta corporal e ele aplicou uma gravata na esposa, golpe de estrangulamento conhecido por "mata leão".

Após a mulher desfalecer, ele disse que percebeu que havia matado a esposa e carregou o corpo dela nos braços por cerca de 500 metros até chegar a uma mata as margens de uma plantação, onde decidiu enterrar o corpo.

Local onde o corpo foi localizado
Ainda durante o depoimento, Aírton disse que pegou a motoneta Biz e retornou até a cidade de Barbosa Ferraz, pegou uma pá, um enxadão e um saco de cal, pois sabia que o cal ajudava a inibir o mal cheiro do corpo em decomposição.

Ele voltou ao local onde deixou o corpo da esposa, no meio do mato, e fez uma cova, jogou o corpo de Vanessa dentro e espalhou o cal sobre ele, cobrindo de terra e galhos em seguida.

Local onde o acusado enterrou o corpo da mulher
Após a execução do crime, Aílton disse que seguiu com a motoneta até a região do bairro São Judas, entrando em uma propriedade rural sem moradores, onde havia uma represa, local onde jogou a motoneta para não ser encontrada.

Ainda na tarde desta quarta-feira (4) a justiça da comarca de Barbosa Ferraz emitiu um mandado de prisão preventiva contra o acusado. Ele ficou preso na cadeia local, a disposição da justiça.

Os relatos do acusado estão sendo investigados.

Devido ao estado do corpo, Vanessa foi sepultada ainda no final da tarde desta quarta-feira, no cemitério municipal de Barbosa Ferraz.