sexta-feira, 13 de março de 2020

Ratinho anuncia paridade e integralidade aos policiais civis do Paraná


O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou que enviará à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) assegurando a paridade e a integralidade aos servidores das forças de segurança pública que ingressaram após 2003, com a condição de permanecerem no serviço público por mais cinco anos ao estabelecido nas novas normas previdenciárias estaduais.

O anúncio foi feito durante entrevista coletiva, realizada nesta quinta-feira(12), em que foi anunciada a contratação de 200 escrivães de polícia aprovados em concurso público no ano passado (100 a mais que o previsto inicialmente).

O governo ainda não apresentou o texto da nova PEC mas, a princípio, ela deverá assegurar a paridade e a integralidade aos servidores que ingressaram após 2003. Para que não ocorra forte impacto financeiro, os agentes de segurança deverão trabalhar mais cinco anos. Os que não quiserem cumprir esse prazo deverão, no momento em que completarem os 30 anos de serviço, fazer a opção.

De acordo com informação divulgada pela Agência Estadual de Notícias (AEN), a PEC que será encaminhada à Assembleia Legislativa “visa à valorização do policial civil, que hoje se aposenta recebendo cerca de 80% dos vencimentos de quem está na ativa”. “O Paraná foi um dos primeiros estados a fazer a reforma da previdência, mas agora temos a obrigação de fazer algumas adequações”, disse o governador. (Alep).