sexta-feira, 3 de abril de 2020

Barbosa Ferraz avança rapidamente em casos suspeitos e descontrole começa a aparecer


Imagem acima de umas das entradas da cidade. 

No dia 31 de março, há apenas três dias, o município de Barbosa Ferraz estava com apenas um caso suspeito de coronavírus, hoje, dia 3 de abril, esses números são bem maiores e duas pessoas que foram internadas. O que assusta a população é o avanço rápido de casos suspeitos comparados a outros municípios da região, com maior população, como Engenheiro Beltrão sem nenhum caso suspeito e Campo Mourão, com quase 100 mil habitantes e todas as entradas abertas, está apenas com 13 casos suspeitos. Barbosa Ferraz já são 8 casos.


Barbosa Ferraz nos últimos seis meses não tem sido um bom exemplo na questão do controle de epidemias. Exemplo disso é a dengue, com cerca de 1.400 casos confirmados, mais de 10% da população e vários ainda em tratamento. Apenas no último mês foram registrados cerca de 300 novos casos positivos da doença, inclusive muitas crianças e pessoas contaminadas ainda continuam aparecendo, agora em menor número, mas continua.

O comparativo feito, revela que o município de Barbosa Ferraz, na gestão da saúde pública, não consegue ter controle da situação e os números mostram claramente isso.

Barbosa Ferraz está em primeiro lugar em contágio de dengue em toda região da Comcam e um dos mais afetados do Paraná, se comparado o número de casos para cada grupo de 100 mil habitantes.

Em relação ao número de casos suspeitos de covid-19, que são aqueles em que os pacientes apresentam algum sintoma da doença, o município de Barbosa Ferraz, comparado o número de habitantes em relação a outros centros, excluindo casos confirmados da doença, avança de forma galopante.

Apontados apenas os casos suspeitos, Campo Mourão com população oito vezes maior e portas abertas, consegue manter certo controle da situação com 1 caso suspeito para cada grupo de 8 mil habitantes. Barbosa Ferraz tem hoje pouco mais de 12 mil habitantes e em três dias saltou de um caso para oito suspeitos. Campo Mourão tinha até ontem, às 18h, 13 casos suspeitos.

O que são casos suspeitos

Muitas pessoas questionam o que são casos suspeitos. Existe para o Covid-19 duas situações de casos suspeitos, a situação 1: Febre e pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar, batimento das asas nasais entre outros) e histórico de viagem para área com transmissão local, de acordo com a OMS, nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas. A situação 2 que são todos os sintomas da situação 1 e mais histórico de contato próximo de caso suspeito para o coronavírus (COVID-19), nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas.

Já os casos em monitoramento são aqueles em que as pessoas não apresentam sintomas reais, mas que necessitam que sejam vigiados, observados e caso passem a apresentar algum sintoma entram no grupo de casos suspeitos.