sexta-feira, 8 de maio de 2020

BSA FERRAZ: Prof. Luciano visita SESC de Apucarana e conhece programa de formação profissional para jovens

Por Claudiney Costa – rato, 08/05/2020 



O professor Luciano Soares de Souza, que é vice-presidente licenciado da Uvepar - União de Câmaras, Vereadores e Gestores Públicos do Paraná, esteve ontem, quinta-feira (7), na cidade de Apucarana, onde visitou o SESC - Serviço Social do Comércio, que é uma instituição privada, mantida pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo, com atuação em todo âmbito nacional, voltada prioritariamente para o bem-estar social dos seus empregados e familiares, porém aberto à comunidade em geral.

Com atuação basicamente na formação de mão obra especializada, o Sesc de Apucarana, onde o professor Luciano esteve, tem preparado inúmeros jovens para o mercado de trabalho, tanto de Apucarana, como de toda região do Vale do Ivaí.

Luciano viajou até Apucarana, visitou o Sesc e foi buscar informações relacionadas ao programa de instrução e desenvolvimento de mão de obra. A ideia de Soares é criar um projeto, em parceria com a instituição, para preparar os jovens do município de Barbosa Ferraz, para o mercado de trabalho.

Durante a visita Luciano conheceu a instituição e segundo ele, ficou surpreendido com as ações desenvolvidas no local e que estimulam os jovens a pensarem num futuro melhor e com mais dignidade.
“Nossos jovens precisam estar preparados para o mercado de trabalho, que hoje é muito competitivo e apenas com o incentivo correto e apoio é que esses jovens, de Barbosa Ferraz, terão o sucesso que sonham em suas vidas”, disse o professor Luciano.
Luciano lembrou ainda do desafio que é a busca pelo primeiro emprego.
“Nossos jovens precisam estar preparados para o primeiro emprego e o Sesc é, e sempre foi uma importante ferramenta na formação técnica. Nós que estamos na política e temos bons mecanismos de ajudar nisso, não podemos nos abster de nossa responsabilidade social na formação deles, que ao final ajudam a desenvolver nosso município, que com o passar do tempo vai ficando para eles”, finalizou Luciano Soares de Souza.