sexta-feira, 15 de maio de 2020

CORUMBATAÍ DO SUL: Com grupo fortalecido, Osney Picanço forma aliança de oposição na disputa pela prefeitura



Com os prazos eleitorais todos mantidos pelo TSE, em Corumbataí do Sul as principais posições estão se definindo e a oposição já está firmada, de acordo com as informações de algumas lideranças políticas do município.

Um dos pontos já definidos, que a coluna teve acesso a informação, é de que o ex-prefeito Osney Picanço (MDB) já trabalha como pré-candidato a prefeito para as próximas eleições municipais de outubro.

O vice-prefeito Xandão, que deve ser a princípio o pré-candidato a prefeito apoiado pela atual administração, que tinha como certo que ficaria com o MDB, inclusive divulgando em suas redes sociais, teve que mudar de legenda, quando o ex-prefeito Osney Picanço entrou em cena e ficou definido que não o apoiaria.

Outro nome que deve estar presente na campanha eleitoral é o do ex-chefe de gabinete da prefeitura de Corumbataí do Sul, Alessandro Fioderize, popular Bocão, que após anos ao lado da atual gestão, deixou o cargo e se afastou completamente do grupo político do atual prefeito.

Após uma série de acontecimentos de bastidores na política de Corumbataí do Sul, com o vereador Sidnei Marchi, popular Bolo, se declarando pré-candidato a prefeito municipal ao lado de Bocão, as coisas acabaram tendo uma reviravolta. Osney Picanço ficou com o MDB, Bolo e Bocão se reuniram com o ex-prefeito e formaram uma aliança para a eleição municipal.

Osney Picanço é pré-candidato a prefeito, tendo Bolo como provável vice na chapa majoritária e Bocão deverá se lançar candidato a vereador, ao lado de outros vários nomes que formaram a aliança de oposição.

Todos os prazos para as eleições desse ano ainda estão mantidos pelo Tribunal Superior Elçeitoral.