sexta-feira, 1 de maio de 2020

QUINTA DO SOL: Polícia Militar apreende armas de fogo e prende caçadores em flagrante

Por Claudiney Costa – rato, 01/05/2020 


O caso foi registrado na tarde desta sexta-feira (1) após a Polícia Militar (PM) de Quinta do Sol ser informada de que na estrada velha para Peabiru havia um veículo suspeito próximo da fazenda São Pedro, na área rural de Quinta do Sol. A suspeita era de que seriam caçadores. Com apoio da PM de Fênix a equipe foi para o local.
 
Já no local os militares abordaram várias pessoas que estavam próximas a uma lagoa, já dentro da propriedade onde ocorreu a denúncia. Um dos indivíduo ao avistar a viatura se evadiu para dentro de um matagal.

Com os suspeitos, que foram abordados, os policiais apreenderam quatro armas de fogo. Além das armas foi constatado no local um veículo Ford Belina de cor vermelha, que tinha no interior doze cães. No local também foi encontrado uma motocicleta Honda/NXR Bros de cor azul, placa ANY-6670, e uma Hyundai Strinex placa CDL-528, emplacada no Paraguai. 

Três dos suspeitos se identificaram como donos das armas, M.S. de P.; C.R. de P.; C.Z. de G., já outras quatro pessoas serviram como testemunhas. A pessoa que fugiu foi identificada e qualificada no boletim de ocorrências e deverá ser intimada, podendo responder pelo crime de desobediência, entre outros que o delegado entender que ele cometeu. 

ARMAS APREENDIDAS: 

  • 01 Carabina amadeo Rossi s.a. Rossi .38 spl-.357mag., municiada com 7 (sete) munições de calibre 38. 
  • 01 Carabina semiautomática, CBC .22, modelo 7022-cal. .22lr only, municiada com carregador, com 10 munições calibre .22 intactas. 
  • 01 Rifle de marca Mendoza, modelo puma rat. pend., municiadas com 14 munições. 
  • 01 Espingarda CBC, 410 Gauge-3 in full, modelo 651, desmuniciada. 
Os três homens, donos das armas, foram presos em flagrante e levados para a Delegacia de Polícia Civil de Engenheiro Beltrão. 

O veículo, com problemas mecânicos, não foi removido do local. O restante dos envolvidos foram orientados e liberados, junto com os doze cães. 

Na lagoa próximo da abordagem haviam pescadores que não tinham relação com os suspeitos e testemunharam a ocorrência.