quinta-feira, 4 de junho de 2020

BSA FERRAZ: Prof. Luciano conseguiu que cirurgião dentista venha ao município nesta sexta (5), consultar pacientes de implantes



O professor Luciano Soares de Souza, que é o vice-presidente licenciado da Uvepar – União das câmaras de vereadores do Paraná, conseguiu, desde o ano passado (2019), a vinda de um cirurgião dentista para Barbosa Ferraz.

Um dos profissionais do programa de implantes dentários de Apucarana, que atende pacientes de toda região do Vale do Ivaí e já atendeu cerca 600 pessoas em Barbosa Ferraz, através de encaminhamentos realizados por Soares até o final e 2019, estará em Barbosa Ferraz nesta sexta-feira (5).

O Dr Gustavo confirmou que estará em Barbosa Ferraz nesta sexta-feira (5), por volta das 08h30min, e atenderá vários pacientes já agendados e outros que entrarem em contato, para que caso tenham algum reparo a ser feito ou alguém que por alguma outra questão não puderam retornar em Apucarana, serão atendidas amanhã. 


Apucarana é referência neste serviço em todo o Paraná desde 2014, e ampliou a oferta de implantodontia mediante credenciamento junto ao Ministério da Saúde. O atendimento é realizado em Apucarana, com recursos federais, porque os municípios da região não possuem um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO).

O professor Luciano, de Barbosa Ferraz, realizou as tratativas desde o ano passado para a vinda do cirurgião dentista que fará as consultas e reparos. Ele disse que tentou que a prefeitura de Barbosa Ferraz, através da secretaria municipal de saúde, cedesse um dos consultórios do município para atender os pacientes de Barbosa Ferraz, o que segundo ele foi negado pela prefeitura. O atendimento então será realizado em outro local, segundo Soares.

A coluna entrou em contato, no início da tarde desta quinta-feira (4), com uma servidora da secretaria de saúde do município, questionando sobre o porquê de não ceder uma sala odontológica para o atendimento dos pacientes de Barbosa Ferraz, que precisam dos reparos. Foi nos relatados que o pedido foi repassado ao prefeito Edenilson Miliossi e ele teria dito que não poderia ceder a sala, mas que não teria dado detalhes sobre a recusa.

Uma sala particular foi conseguida e o atendimento acontecerá nesta sexta-feira (5).