segunda-feira, 20 de julho de 2020

BARBOSA FERRAZ: Conspiração do grupo de pré-candidata tenta derrubar grupo do professor Luciano; ouça a gravação


O caso veio à tona após o professor Luciano Soares de Souza ser avisado às pressas pelo presidente estadual do partido PTC - Partido Trabalhista Cristão, Alexandre César Discioli. 

O partido PTC faz parte das legendas de apoio à candidatura de Luciano à prefeitura de Barbosa Ferraz e guarda nas filiações, ao lado do PP, os principais nomes de pré-candidatos a vereador do grupo para a disputa, nomes já alinhados com Luciano e trabalhados por ele há pelo menos um ano.

Na última semana, uma manobra, com ares de conspiração, feita às escondidas pela pré-candidata Marinalva Carvalho e seu marido Faheder Cristian, tentaram derrubar o grupo do professor Luciano e tirar dele a legenda que não existia no município. O PTC foi criado em Barbosa Ferraz por Luciano Soares de Souza, junto com o empresário Valdir Paes, que é o atual presidente do partido no município. O caso foi revelado pelo blogueiro Celso Lima.

A coluna foi atrás da informação e descobrir até onde as informações tinham verdade.

O caso todo acabou se confirmando após a reportagem ter acesso a vários diálogos gravados e em um deles, o presidente estadual do partido, Alexandre César Discioli, conta a movimentação da pré-candidata Marinalva Carvalho com seu marido Faheder. Segundo o presidente estadual da legenda relata em áudio, que o grupo da pré-candidata Marinalva, marcou uma reunião com a executiva estadual do partido, na última quinta-feira (16), para articular, as escondidas, e tomar o partido político com os principais nomes do professor Luciano e assim desestabilizar a campanha do adversário, que segundo interlocutores já desponta na frente nas intenções de voto. O presidente estadual do partido, em contato com o empresário Valdir Paes, contou toda a armação.

Abaixo um dos vários áudios e gravações que a coluna teve acesso: CLIQUE DUAS VEZES NO PLAYER ABAIXO E OUÇA:



A coluna teve acesso a uma conversa de Faheder logo após o caso vir à tona e ele procurar Valdir Paes para tentar acalmar a situação e se desculpar:

“Olha Faheder, o problema é um jogo político, mas eles vão tirar o partido do Valdir”; comentou Faheder, marido da pré-candidata Marinalva, relatando ao empresário Valdir sua conversa com o vice-prefeito Rone Lucindo, que apoia a candidata, em conversa após o caso vir à tona.
Faheder durante conversa com Valdir, disse:
“A atravessada ali foi do Washington (assessor), eu disse que você deveria ter falado isso antes, mas em política vale tudo”, comentou Faheder, se referindo a fala do assessor estadual do PTC.
As falas de Faheder tentando justificar ao empresário Valdir Paes toda a armação, foi desmentida pelo presidente do PTC, que entrou em contato com Luciano e Paes assim que tomou conhecimento da situação.
A coluna falou com o empresário Valdir, que preferiu não comentar o caso, mas confirmou a história e  rechaçou todas as tentativas do grupo da pré-candidata Marinalva.

De acordo com Lima, que trouxe a público nas redes sociais o caso, eles fizeram toda a armação sem sequer falar com um único membro do grupo do professor Luciano, achando que conseguiriam destruir a campanha, levar todos os candidatos a vereador para eles, por achar que pegando o partido dessa forma, conseguiriam ter a fidelidade de todos, o que foi descartado em reunião posterior pelos candidatos do professor Luciano, que também ficaram indignados, assim como Valdir Paes, com toda a armação e que disseram ainda que caso eles conseguissem realizar a conspiração contra a candidatura do professor Luciano, eles iriam procurar a justiça para fazer valer o direito de disputar a eleição do lado que escolheram.

Em meio a toda essa situação, a coluna descobriu que o grupo da empresária Marinalva Carvalho teria usado o mesmo mecanismo e tirado o PSL, mesmo sem pré-candidatos, das mãos do ex-vereador Fabio Caparroz, A coluna teve acesso a um diálogo onde o próprio confirma o caso. 

A reportagem falou com o professor Luciano sobre o caso.

“Essa é a velha prática da “política suja”. Eu fico surpreso por ela agir dessa forma, já que tem publicado nas redes sociais que não faz política suja. Eu gostaria de saber então que tipo de política é essa que ela vem fazendo se não a velha política suja, imunda. Tentar derrubar uma candidatura que só está preocupada em trabalhar e jogar limpo e a gente ter que ver uma coisa nojenta como essa, é triste, mas graças a Deus o Valdir é uma pessoa honesta, o Alexandre, presidente estadual do PTC, é honesto e correto e eles acharam que sairiam ilesos de um episódio assim. Graças a Deus descobrimos a tempo e conseguimos impedir que eles tivessem sucesso nesse jogo sujo.” Disse o professor Luciano Soares de Souza.
Abaixo veja o texto, publicado por Celso Lima, que trouxe a tona todo o esquema: