segunda-feira, 6 de julho de 2020

Com 8ª morte pelo vírus, Campo Mourão registrou 355 casos de Covid-19



De acordo com a reportagem do jornalista Walter Pereira, da Tribuna do Interior, o município de Campo Mourão registrou a 8ª morte por coronavírus (Covid-19), na manhã desta segunda-feira (6). A vítima é uma mulher de 53 anos. Ela estava em observação na Unidade Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas, no jardim Aeroporto. A senhora tinha outras comorbidades, como diabetes e hipertensão. Foi a terceira morte pelo vírus de sábado até essa segunda. No sábado, duas mulheres, de 32 e 79 anos também não resistiram às complicações de saúde causadas pelo vírus. É a 24ª morte por Covid-19 na Comcam. Os números são alarmantes.

O secretário de Saúde de Campo Mourão, Sérgio Henrique dos Santos informou que a vítima deu entrada na UPA na quarta-feira (1). Foi coletado o material, que aguardava resultado. No dia 2 ela foi encaminhada à Santa Casa, fez um teste rápido e deu negativo para Covid-19. Então recebeu alta e voltou para casa.

Nesse domingo (6), a senhora retornou novamente para a UPA com sintomas mais graves da doença. Foi colocada em observação até a liberação de um leito de UTI-Covid, que saiu ainda ontem à tarde. Porém a vítima não resistiu e morreu antes mesmo de dar entrada na Santa Casa. O resultado de exame da primeira de amostras da mulher ficou pronto nesta manhã. E deu positivo para coronavírus. “Lamentavelmente perdemos mais uma moradora para a doença”, disse Santos.

O secretário observou que mesmo com a gravidade da doença e a grande quantidade de casos e mortes pelo vírus, grande parte da população continua desobedecendo o decreto municipal com as medidas de enfrentamento ao vírus. “É algo que a gente fica abismado. Mesmo com tantas mortes e com recorde de casos em junho, muitas pessoas ainda não se deram conta da gravidade da pandemia”, alertou o secretário, ao lembrar que os prognósticos para julho não são animadores. “O mês de julho deverá ser o pior período da pandemia em Campo Mourão”, frisou. A previsão foi feita na semana passada pelo médico infectologista Rodolfo Poliseli.

Santos comentou que população vai acabar fazendo com que o município tome medidas restritivas econômicas para frear o vírus, como o fechamento do comércio, por exemplo, se não fizer a sua parte e os casos continuarem aumentando. “Se continuar o desrespeito, o município não terá outra alternativa”, falou. O secretário conclamou a população para que faça o distanciamento social. “Se sair para rua use máscara de proteção. Pessoas idosas, crianças, entre outros mais susceptíveis ao vírus, só saiam de casa por extrema necessidade”, pediu.

De acordo com o último “Boletim Coronavírus”, divulgado na noite desse domingo (5), pela prefeitura, Campo Mourão tem um total de 355 casos confirmados de Covid-19, dos quais 259 pacientes já estão curados.

Os suspeitos somam 102, além de 287 monitorados. De acordo com o boletim,  as confirmações no município são 235 de exames ‘oficiais’ e 120 ‘não oficiais’, quando a confirmação é resultado de exame de laboratório particular. 

A UTI-Covid da Santa Casa de Campo Mourão está com a taxa de ocupação dos leitos do SUS em 78%, enquanto leitos de UTI’s de convênios particulares, 33%. São 3 pacientes internados de Campo Mourão, 1 de Terra Boa, 1 de Moreira Sales, 1 de Engenheiro Beltrão, 1 de Campina da Lagoa, 1 de Barbosa Ferraz, e 1 de Corumbataí do Sul. Há ainda 9 pacientes internados em leitos de enfermaria.

Até ontem à noite, a região tinha 888 casos confirmados de coronavírus desde o início da pandemia, em março, em 24 dos 25 municípios da Comcam. Apenas a cidade de Fênix ainda continua sem casos.

MORTES NA COMCAM 

Araruna (3) 
Campina da Lagoa (1) 
Campo Mourão (8) 
Goioerê (2) 
Iretama (1) 
Janiópolis (2) 
Luiziana (1) 
Mamborê (1) 
Moreira Sales (1) 
Peabiru (2) 
Terra Boa (2)