segunda-feira, 27 de julho de 2020

Polícias Civis de Santa Catarina e do Paraná estouraram cativeiro e libertam reféns em Maringá


Na madrugada da última sexta-feira, 24/07/2020, policiais da Delegacia de Polícia Civil de Indaial/SC, sob coordenação do Delegado Flavio Henrique Silveira, com apoio de policiais da Delegacia de Polícia Civil de Ascurra/SC iniciaram uma investigação de um caso de tentativa de homicídio de um homem e sequestro de uma mulher e um adolescente, ocorrido no bairro Mulde em Indaial/SC.

Inicialmente, foram identificadas a participação de ao menos dois homens, contando possivelmente com a participação de um terceiro e que o destino inicial da fuga seria para a cidade de Curitiba/PR.

Após intensa coleta e troca de informações, os policiais identificaram a identidade de um dos homens e que após rápida passagem pela capital paranaense, seguiria com os reféns para a cidade de Maringá/PR.

A partir de então, em perfeita integração e atuação conjunta, policiais civis da Divisão Estadual de Narcóticos – DENARC de Maringá/PR, sob coordenação do Delegado Leandro Roque Munin, deram continuidade as investigações, sendo que na manhã desta segunda-feira, com apoio do grupo TIGRE – Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial, especializados em ocorrências antissequestro, localizaram e estouraram o cativeiro, localizado no Parque Itaipu, libertando mãe e filho. A irmã de um dos suspeitos, que se encontrava na casa, foi conduzida para maiores esclarecimentos.

O sequestrador não estava no local e encontra-se foragido até o presente momento. Ressalta-se que a integração entre as instituições policiais foi de extrema importância para o deslinde do caso. A Polícia Civil de Indaial/SC segue com as investigações com o objetivo de identificar os demais participantes do crime. 

*Plantão Maringá - foto Ilustrativa