terça-feira, 4 de agosto de 2020

IML identifica as 8 vitimas que morreram na tragédia registrada na BR-277


Oito pessoas morreram em um trágico acidente que envolveu 16 carros, seis motocicletas e um caminhão na BR-277, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, na noite de domingo (3). Segundo o Corpo de Bombeiros, mais de 20 pessoas ficaram feridas.

Testemunhas relatam baixa visibilidade no local da batida, por causa da neblina e da fumaça causada por uma queimada na região. Morreram nesta tragédia, as seguintes pessoas; Emanueli de Fátima dos Santos Ferreira, de 23 anos. Emanueli morava em Matinhos, no litoral do Paraná. Ela estava no carro com a namorada, Jurema Santos. As duas voltavam para casa, no litoral, após passarem o dia em Curitiba. A jovem chegou a ser socorrida com vida, mas morreu no Hospital Cajuru em decorrência dos ferimentos. Jurema Elvira Ferreira dos Santos, morreu na hora.

Jurema Santos era técnica em enfermagem e trabalhava na sede da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Matinhos. Segundo a universidade, ela atuava na Seção de Políticas Afirmativas, Assuntos Estudantis e Comunitários. Guilherme Henrique Ribeiro, 24 anos. De acordo com a família, Guilherme estava indo para São José dos Pinhais visitar a namorada no momento do acidente. Ele morreu no local da batida. Lucas Moreira, de 28 anos, também perdeu a vida neste trágico acidente. Segundo o Corpo de Bombeiros, Lucas era cabo do Exército e trabalhava no Forte do Pinheirinho, em Curitiba. Ele morreu no local da batida.

Outras vítimas

De acordo com o Instituto Médico-Legal (IML), Jéssica de Souza, Fernando Jaroz Mendes, de 20 anos, Jéssica Nunes de Oliveira, de 22 anos, e a irmã Ester Nunes de 20 anos, também morreram no local da batida. Nem a polícia, nem o Corpo de Bombeiros souberam informar em que veículos estavam cada uma das vítimas. Três jovens que morreram na hora, estavam indo para um grupo de oração. As irmãs Jéssica Oliveira, e Ester Nunes, assim como Fernando Jaroz, estavam no acostamento e foram atropelados pelo caminhão, último envolvido no trágico acidente. Ester e Fernando eram casados e tinham deixado a filha deles, uma bebê, na casa da avó materna, minutos antes.

Segundo os bombeiros, mais de vinte pessoas ficaram feridas na batida. Uma delas está internada em estado grave. De acordo com a Ecovia, concessionária que administra o trecho, o engavetamento aconteceu no km 77, perto da Avenida Rui Barbosa, em São José dos Pinhais.

Conforme os bombeiros, tudo começou com um primeiro acidente envolvendo alguns carros, sem gravidade. Um caminhão, segundo os socorristas, que viajava pela rodovia tentou desviar dos veículos, mas acabou atropelando quatro ocupantes dos carros que estavam aguardando na lateral da pista. Depois disso, os outros veículos envolvidos também colidiram atrás, ainda conforme os bombeiros. 'Só via gente gemendo de dor e pedindo socorro', diz sobrevivente de acidente. Testemunhas afirmam que a visibilidade no local era baixa, com neblina e fumaça causada por uma queimada na região.

*Com informações do G1 Paraná e Portal Banda B