quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Advogado Victor Andrade consegue ingressar em especialização em Coimbra, Portugal


As adversidades que a pandemia do COVID-19 trouxe ao Brasil e ao mundo foi encarado pelo Advogado Trabalhista Victor César Alves de Andrade como uma oportunidade de qualificação, intercâmbio cultural e educacional e aprimoramento das práticas jurídicas. Victor é filho do Doutor Cláudio Andrade, professor da Universidade Estadual de Guarapuava e ambos são originários do município de Barbosa Ferraz, mas residentes em Guarapuava.


No mês de abril deste ano, o Advogado Victor Andrade concorreu a uma vaga no Curso em Direitos Humanos e Constitucional, Direito do Trabalho e Previdenciário pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra – FDUC, em Portugal.

Sendo aprovado pela coordenação do curso pelo Professor brasileiro Pós-Doutor Hélio Gustavo Alves e o Professor português Pós-Doutor Jónatas Machado, viajou para Europa e iniciou seus estudos no Centro de Direitos Humanos IUS GENTIUM CONIMBRIGAE – IGC.

Em meio a pandemia, as exigências impostas pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras – SEF foram extremamente rigorosas, sendo necessário uma vasta documentação comprovando o motivo para ingressar no país, além de teste PCR COVID-19 em 72h antes do embarque.


De acordo com as informações de Andrade, após ingressar no país o choque cultural foi bastante impactante. A organização e a seriedade foram duas características bastante evidentes logo nas primeiras horas. 

Ainda segundo Andrade, após isso, Portugal se mostrou um país muito receptivo, com uma vasta gastronomia e muitas opções de bares e restaurantes. 
“O setor de turismo de Portugal é a maior atividade exportadora do país, sendo em 2019 responsável por 52,3% das exportações de serviços e por 19,7% das exportações totais. As receitas turísticas registraram uma contribuição de 8,7% do PIB nacional. Além do país possuir dimensões absolutamente menores que o Brasil, há o turismo religioso em Fátima, além de lindas praias como Praia de Figueira e Nazaré”, comentou o advogado Victor Andrade.
Andrade comentou ainda sobre a realização pessoal e profissional. 
“No âmbito acadêmico é uma realização educacional, cultural e profissional muito satisfatória, uma vez que a Universidade de Coimbra de 09 de agosto de 1290, sendo uma das mais antigas do mundo. Ter a oportunidade do intercâmbio acadêmico com as maiores autoridades do Direito de Portugal e Brasil é uma oportunidade inigualável que certamente trará para mim um novo direcionamento e um novo modo de pensar em Direito e Justiça”; finalizou Victor Andrade.