sábado, 5 de setembro de 2020

BARBOSA FERRAZ: Mega Operação da Polícia Militar resulta em prisões e apreensão de drogas

Por Claudiney Costa - rato
05/09/2020



A mega operação da Polícia Militar aconteceu nesta sexta-feira (4), nos municípios de Barbosa Ferraz e Corumbataí do Sul. Dezenas de policiais militares, que além dos militares de Barbosa Ferraz e Corumbataí do Sul, comandados pelo Sargento Picarski, estavam também equipes do 11º Batalhão da PM de Campo Mourão, Rocam (policiamento com motos), Pelotão de Trânsito e a equipe canil (Policiamento com cães farejadores). O Aspirante Maciel, sub comandante da 1ª Cia da PM de Campo Mourão, esteve à frente da operação policial. 

De acordo com as informações da Polícia Militar, o objetivo da operação é o combate aos delitos de trânsito, crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de armas de fogo, identificação de possíveis criminosos foragidos da justiça, entre outros crimes.

Todos os bairros de Barbosa Ferraz e Corumbataí do Sul foram alvos da ação no sistema de saturação e bloqueios policiais, que resultaram em prisões, abordagens e apreensão de drogas. Um homem foragido da justiça foi preso em Barbosa Ferraz. Ao ser abordado os policiais descobriram que havia contra ele uma ordem de prisão expedida pela justiça.

Houve também prisões pelos crimes de receptação e embriaguez ao volante. As identidades dos presos não foram reveladas pela Polícia.

Durante a ação no Conjunto Perdizes, na região do Hospital Municipal de Barbosa Ferraz, os militares localizaram, em meio a uma mata, uma pequena plantação de maconha, nos fundos do bairro, em local de difícil acesso às margens do rio Lontras. Foram localizados 21 pés de maconha.

Ainda de acordo com as informações, foram abordadas 115 pessoas e um total de oito bares.

O Sargento Picarski, comandante da Polícia Militar de Barbosa Ferraz, que vem realizando um brilhante trabalho no município, destacou e agradeceu o apoio da população.
“A PM agradece a população de Barbosa Ferraz pela confiança, repassando as informações que ajudam a fazermos o nosso trabalho”; disse o sargento Picarski.