sexta-feira, 25 de setembro de 2020

CORUMBATAÍ DO SUL: Adão foi brutalmente agredido e teve um dos braços partido ao meio

 

O caso foi registrado em Corumbataí do Sul, na última segunda-feira (21), por volta das 17h30min. De acordo com as informações de familiares da vítima, as agressões aconteceram quando Adão, figura muito popular na cidade, estava sentado em frente a um bar na Rua Guarani, no centro. O acusado das agressões seria um morador do centro da cidade, que dirigia uma carreta no momento da ocorrência.



Testemunhas relataram que o acusado teve um ataque de fúria e atacou a vítima, que estava sentado e não teve como se defender.

Ainda segundo os relatos, por volta das 17h30min da última segunda-feira (21), o acusado estaria dirigindo um veículo (carreta) pelo centro da cidade, quando Adão, que estava aparentemente embriagado, atravessava a rua, momento em que, quase teria sido atingido pelo veículo. Nesse momento, pela irritação do motorista com o quase atropelamento, teria acontecido um início de confusão, mas Adão conseguiu escapar.

Logo após isso o acusado das agressões teria retornado dirigindo uma caminhonete, viu a vítima sentado em frente a um bar e teria estacionado na contramão, desceu do veículo segurando um objeto, que parecia um pedaço de madeira, ou outro material, e atacou Adão, que estava sentado de cabeça baixa e foi violentamente agredido com o objeto, em várias partes do corpo, e segundo as informações de uma das irmãs da vítima, Adão conseguiu se levantar e no momento em que o agressor foi atingir a cabeça, Adão levantou o braço e foi violentamente golpeado. Adão teve o braço partido ao meio, ficando pendurado. Caso o golpe atingisse a cabeça, pela violência, o desfecho poderia ser fatal.

A vítima tentou fugir das agressões, mas ainda foi perseguido por certa distância e ainda continuou sendo agredido com o objeto, mesmo com um dos braços pendurados, segundo a irmã.

Logo após Adão se aproximar de um depósito, no centro, para escapar do ataque, o agressor teria entrado na caminhonete e deixado o local, passando rapidamente próximo da vítima.

Todas essas informações foram repassadas por uma das irmãs da vítima, que não mora em Corumbataí do Sul, mas que informou que o caso deverá ser denunciado na Delegacia de Polícia Civil de Barbosa Ferraz e já contratou um escritório de advocacia para acompanhar o caso.

A coluna foi procurada ontem pela família da vítima, que afirmaram que  todos os relatos acima estão de acordo com imagens de câmeras de segurança, do centro da cidade, que flagraram toda essa situação, sendo que a irmã da vítima teve acesso as imagens.

Adão foi levado para um hospital de Campo Mourão, onde passou por cirurgia ontem, quinta-feira (24), e precisou ser colocado cerca de 8 pinos de metal no braço, que teve fratura total em vários locais.