quinta-feira, 15 de outubro de 2020

B.FERRAZ: "O Triunvirato Eleitoral e a união pelo poder, como em Roma de Cesar"


O clima não anda lá essas coisas no distrito de Bourbônia, pelo menos é o que estão falando os apoiadores do atual vereador da comunidade, o empresário Celso Marcos Preisner. 

Durante toda pré-campanha, Celso Marcos Preisner, eleito já várias vezes vereador do município, esperava ser anunciado como o vice na chapa de Marinalva, mas a candidata acabou colocando de vice, Roni Lucindo, que foi eleito na eleição de 2016 pelo PPS, no grupo de Miliossi.

Roni Lucindo é o atual vice-prefeito de Miliossi, mas segundo interlocutores da atual gestão eles teriam se desentendido quando Roni ocupou o cargo de chefe de gabinete por seis meses sem receber como secretário, já que recebia pouco mais de R$6 mil reais como vice. Roni abandonou Miliossi e se juntou a Marinalva desde então. Cogitava-se até que ele seria candidato a vereador, mas a candidata preferiu ele em detrimento a Preisner.

Celso Preisner então decidiu não disputar mais a eleição de vereador, colocou um dos filhos. Mas aliados dele no distrito estão descontentes e nesta semana alguns deles afirmaram que ele foi vítima de traição.

O “balaio” de gato está formado, e o “Triunvirato Eleitoral de Barbosa Ferraz” está feito: Marinalva, Roni Lucindo e Miliossi. Resta saber se o resultado será o mesmo da Roma de Júlio Cesar. 

(O Triunvirato romano foi a união de três políticos importantes, Cesar, Pompeo e Crasso, pelo poder de Roma.. Os três se unirão e um deles queria ser imperador, os outros dois queriam aumentar suas fortunas. aqui).