terça-feira, 15 de dezembro de 2020

Acamdoze realiza eleição nesta terça-feira para escolha de nova diretoria

                                                                                                                Por Claudiney Costa – rato - 15/12/2020, às 08h10



A Associação das Câmaras Municipais da Microrregião Doze (Acamdoze) realiza eleição nesta terça-feira (15) para escolha de sua nova diretoria. A votação será das 15 às 19 horas, na sede da entidade, em Campo Mourão. Este ano, o pleito terá duas chapas. Uma encabeçada pelo vereador Luiz Tavares Rosa (MDB), mais conhecido como Luizinho, de Engenheiro Beltrão, e a outra pelo vereador Lucas Brito (Cidadania), de Peabiru.


O presidente eleito comandará a entidade pelo biênio 2021/2022. O atual presidente da Associação é o vereador de Engenheiro Beltrão, Valdir Hermes da Silva (MDB), que concorre a eleição como vice na chapa de Luizinho, que já foi presidente da Associação na gestão de 2003/2004. Brito tem como vice-presidente o vereador de Corumbataí do Sul, Alan Batista (PSD).

Os dois candidatos têm planos parecidos para a Acamdoze. A principal bandeira defendida por eles é a filiação de novas Câmaras para fortalecer a entidade. Além disso falam em “ter que criar algo mais a oferecer” aos vereadores para que possam ser mais participativos. “O Valdir assumiu a associação já em decadência, conseguiu filiar algumas Câmaras novas e também fez um bom trabalho mesmo com a limitação causada pela pandemia e afastamento da presidência para disputar a eleição. Ele praticamente teve só um ano como presidente”, lembrou Luizinho. “Mas mesmo assim fez um belo trabalho. Vamos dar continuidade e implementar novas ações”, emendou.

Para o outro candidato, Lucas Brito, um dos maiores desafios do próximo presidente será fazer com que o vereador participe mais da entidade. “A Acamdoze só é forte com a participação dos vereadores e pelo que sabemos ultimamente a classe anda pouco participativa”, falou. “Vamos buscar meios para que o vereador participe mais da Acamdoze”, ressaltou.

A eleição será realizada adotando todos os protocolos de segurança de enfrentamento ao coronavírus (Covid-19) para segurança dos participantes. A recomendação é que os vereadores levem sua própria caneta. Podem votar e ser votados vereadores eleitos ainda não empossados e reeleitos de Câmaras filiadas com as mensalidades em dia. Vereadores não reeleitos não podem votar nem serem votados.