segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

BARBOSA FERRAZ: Candidata derrotada, Marinalva, denuncia Miliossi por abuso do poder


A empresária Marinalva Carvalho, que ficou em segundo lugar nas eleições municipais deste ano, está movendo uma ação eleitoral/denúncia em que acusa o atual prefeito Edenilson Aparecido Miliossi (Cidadania) de ter cometido c rime eleitoral durante a campanha que lhe deu a vitória por 15 votos de diferença. 

Para efetivar o pedido de investigação ao Ministério Público Eleitoral a candidata derrotada encaminhou um registro em cartório, citando algumas pessoas envolvidas no caso e que, segundo ela, teria sido alvos de Miliossi em corrupção eleitoral.

Na acusação as testemunhas afirmam que uma terceira pessoa, teria entregue a eles um papel com informações sobre regularização de terrenos já ocupados, pertencentes ao banco Itaú, e que esses lotes poderiam ter a documentação regularizada caso votassem em Miliossi.

Não é citada a participação direta de Miliossi com as testemunhas, mas sim de uma outra pessoa, um motorista que teria conversado com eles nos três dias que antecederam o pleito. No que se refere ao atual prefeito, as testemunhas dizem que Miliossi comentou, inclusive em programa de rádio, que a regularização fundiária iria acontecer, o que não é considerado, 'em tese', irregularidade, se tratando de promessa futura que atende a questão social.

A reportagem tentou obter alguma informação sobre o caso e descobriu que muitos lotes na área urbana no município estão realmente registrados em nome do Itaú, mas que o processo de regularização, junto com a prefeitura, não vem de agora.

Segundo informações de pessoas ligadas a prefeitura e que tiveram acesso a documentos da investigação, as testemunhas elencadas na denúncia tiveram relação de proximidade com Marinalva Carvalho, durante a campanha eleitoral deste ano.

O MP ainda não se manifestou sobre o caso.