quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

Ricardo Barros deverá assumir Ministério da Saúde com saída de Pazuello


Pazuello deve ser substituído pelo atual líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP), que já ocupou a pasta no governo Michel Temer. A informação foi dada nesta quarta-feira (30), pela jornalista Thaís Oyama, do portal UOL. 

Ricardo Barros (PP) é o atual líder do governo Bolsonaro na câmara dos deputados e hoje um dos principais articuladores do governo no congresso.

O afastamento do atual ministro é dado como certo após vários erros à frente da pasta. Um dos erros considerados graves foi o de apostar em uma só vacina, ao contrário do que fizeram outros países da América do Sul.

Agora, vexame dos vexames, o pregão eletrônico para compra de agulhas e seringas, tardiamente realizado pelo ministério da Saúde, resultando em retumbante fracasso.

O vergonhoso caso das seringas mostra que o hoje quase ex-ministro errou muito e errou feio, mas não foi só por obedecer demais.

O governo aguarda apenas o início da vacinação contra o coronavírus, que deve começar em fevereiro, para sacar o general Eduardo Pazuello do ministério da saúde e é dada como certa a nomeação de Ricardo Barros (PP), como Ministro da Saúde.